Se voce gostou de algum dos posts feitos nesse blog, não deixe de escrever embaixo em "comentários". Sua opinião é muito importante para o debate de idéias.

Muito obrigado!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Traições nos relacionamentos


Mais do que qualquer outro motivo, a infidelidade é o maior causador de separações entre casais, e não me refiro apenas aos casados, mas também noivos e namorados. Nunca se viu tanta traição, a ponto de se questionar se há mesmo possibilidade de se confiar em mais alguém nesse mundo. Já vi casais que pareciam super felizes, mas que acabam não dando certo por causa de traição. Na verdade, acho que está tudo de mal a pior, sem expectativas de melhoras. Não dá pra confiar plenamente em mais ninguém quando o assunto é fidelidade no relacionamento. Vejo casos de mulheres que estão noivas, prestes a se casarem, saindo com outros homens (claro que às escondidas). Há casos de homens que têm três ou quatro namoradas. 
Mulheres, se seus maridos estiverem demorando de chegar em casa, dizendo que o chefe mandou que ficassem até tarde, pode começar a desconfiar. É claro que há casos que realmente são exceções, mas a maioria é pura desculpa pra ficarem com mulheres por aí. Se seu marido começar a ficar valente com você, pode ser sinal que outra o está agradando mais; se seu marido começar a te dar muitos presentes, te agradar de todas as maneiras, desconfie também, pergunte a si mesma o porquê de uma mudança tão repentina. Isso pode significar que ele esteja pretendendo te “comprar” de uma maneira menos direta, pra você ficar tão “encantada” e ficar sem jeito pra ficar fazendo perguntas quando ele der suas “escapulidas”. Esse negócio de futebol com os “amigos” em parte é conversa pra enganar mulheres. Em alguns casos até acontece o jogo, mas o melhor pra eles está no que vem depois. Mas daí também alguns desses homens podem se dar mal com isso, uma vez que, marido ausente, o vizinho está de olho, ou até mesmo aquele “amigo” que já andava de olho na esposa alheia. O ditado “Quando o gato sai os ratos passeiam” pode se encaixar nisso também. Muita gente já carrega a infidelidade no sangue. Há homens e mulheres que traem o companheiro (a) com a maior cara-de-pau, sem a menor cerimônia. Em alguns casos é mais fácil confiar mais nos (as) solteiros (as) do que nos casados (as). Não escrevo isso porque já fui traído, na verdade nunca fui (quer dizer, eu acho que não. Não posso ter certeza absoluta), e não quero jamais ser traído (mas quem quer?). Na verdade, depois de ver tantos casos de traições, fica difícil e desanimador acreditar em relacionamentos. Mas acho que há sempre uma luz no fim do túnel, nem tudo está perdido. 
Eu conversei com alguém dias atrás, e essa pessoa me disse algumas coisas que ele presencia no motel em que trabalha. Ele disse que carros e motos não param de chegar ali, em sua grande maioria com mulheres e homens casados ou comprometidos de outras formas, muitas vezes se escondendo pra não serem reconhecidos. Aquela namorada que parecia tão correta, pode ser vista entrando no motel até mesmo com dois homens ao mesmo tempo (detalhe: nenhum desses homens é seu namorado). Aquele rapaz que é um exemplo de namorado, que coloca em Orkut as mais belas mensagens de amor para a namorada, pode ser visto entrando com mulheres e amigos. Ele me disse também que em muitos casos, velhos gordos e cachaceiros são vistos entrando em motel com adolescentes de 14 e 15 anos. Segundo o que ele me disse ainda, os maiores casos de traições em motéis acontecem durante o meio-dia (o horário menos suspeito), quando o marido liga pra esposa dizendo que não irá almoçar em casa porque há muito trabalho a fazer; e mulheres dizem que irão almoçar na casa de uma “amiga”. Quando uma mulher está em sua casa aprontando o almoço, imaginando que seu marido está se esforçando mais no trabalho, ele está na cama de um motel com outra mulher. Sua namorada ou noiva pode estar te traindo com um amigo seu, e fica te dizendo que está estudando ou trabalhando. Você que é uma namorada dedicada, e espera seu “príncipe encantado”, e ele demora de chegar, você liga pra ele pra saber se ele já vem, mas eis que a amante atende o cel, e você se dá conta que o castelo desmoronou e as fadas na verdade não existem.
Desconfio muito desses amores roxos, esses amores que parecem chamas de fogo que ninguém ou nada poderá apagar. Quando eu vejo muito “Eu te Amo, eu te adoro, você é  minha razão de viver...”, percebo logo que aquilo não irá durar muito tempo. Não que eu seja pessimista em relação ao amor, pelo contrário, acredito no amor e sou muito romântico, mas em se tratando de seres humanos e suas emoções, tudo é capaz de acontecer, até mesma algumas pessoas tentarem conquistar alguém com palavras lindas, mas que no fundo são ditas sem nenhum compromisso de amor verdadeiro.
Já ouvi falar de casos de traições que aconteceram na própria cama de um casal. Homens que traem suas esposas com adolescentes, amigas das filhas, a empregada, a vizinha, etc. Mulheres que esperam o marido sair e logo depois liga pra alguém dizendo que ficou só, ou até mesmo têm um caso com o primeiro que bate na porta pra vender alguma coisa ou consertar algo. 
Uma pessoa descobre que o companheiro lhe (a) traiu, se separam (em alguns casos não separam), depois resolve dar uma segunda chance. Mas daí essa pessoa descobre que aquele (a) que traiu está começando com as mesmas conversinhas de demora no trabalho, etc., mesmo que seja verdade, a pessoa traída jamais voltará a ter plena confiança outra vez naquela pessoa. O dilema da dúvida lhe perseguirá para sempre. Quando se perde a confiança em alguém, não há como recuperar de volta, por mais que os esforços pra isso sejam grandes. Como diz uma certa frase: “Não se tem uma segunda chance de se causar uma primeira impressão”. Se um dia acontecer comigo uma traição, não terá segunda chance. Cada um vai seguir sua vida.
Fiquem de olho, não acreditem em mudanças repentinas ou rotinas alteradas. Não acreditem em conversinhas feitas pra te enganar. Não estou dizendo que a infidelidade virou uma epidemia e que todo mundo anda traindo todo mundo. Só digo que nos tempos de hoje é mais difícil encontrar alguém em quem confiar.

2 comentários:

  1. Quem fala sobre os relacionamentos é um escritor, o autor do livro A LINGUAGEM CORPORAL NOS RELACIONAMENTOS E PAQUERAS, o historiador marcos tadeu cardoso de jesus.

    ResponderExcluir
  2. Estou aqui denovo comentando,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com to precisando de fazer uma investigação hehe ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!!

    ResponderExcluir